Zen

Estudar o caminho de buda
É estudar a si mesmo
Estudar a Si mesmo
É esquecer-se de Si mesmo
Esquecer-se de Si mesmo
É estar iluminado por todas as coisas
Estar iluminado por todas as coisas
É libertar seu próprio corpo e mente
e o corpo e mente dos outros...


Mestre Dogen

Quando Alguém Pergunta, " Qual o Caminho ? " O Zen Responde Simplesmente Caminhe...


mensagem do petrô

texto sobre Ivan Petrovitch

UM "HAIJIN"

Como dizia Cézanne, "a sensibilidade caracteriza o indivíduo e,no seu grau mais elevado,distingue o artista."

Ivan Petrovitch é um verdadeiro artista,que vê as coisas e acontecimentos com olhos amanhecentes,às vezes de criança.

O mundo que as pessoas percebem,no cotidiano apressado,possui outras faces,inéditas,que os haicais de

Ivan captam,em "insights" criativos.

Dois exemplos:

incêndio na mata

galhos secos e retorcidos

ferem os olhos de Deus

são tantas estrelas

neste universo sem fim

cadê minha mãe ?

Impossível não perceber nestes poemas concisos a transcendente iluminação poética(principalmente no se-

gundo,já que se refere a estrelas...)

CLÁUDIO FELDMAN - autor de mais de 47 livros, professor e poeta.

lua

lua

caqui

caqui

chuva

chuva

borboleta

borboleta

10 de jul de 2008

Teoria da poesia

Norma Goldstein afirma em seu livro Versos, Sons, Ritmos (Ed. Ática):

RIMA

    Rima é o nome que se dá à repetição de sons semelhantes, ora no final de versos diferentes, ora no interior do mesmo verso, ora em posições variadas, criando um parentesco fônico entre palavras presentes em dois ou mais
    versos.*

RIMAS - RESUMO

CLASSIFICAÇÃO QUANTO A TIPOS DE RIMA
posição no verso interna ou externa
semelhança de letras consoantes - rimam consoantes e vogais / toantes - rima apenas a vogal tônica.
distribuição ao longo o poema cruzadas - ABABAB / emparelhadas - AA BB CC / interpoladas - A .... A / misturadas
categoria gramatical pobres (mesma categoria gramatical)/ ricas (categoria gramatical diferente)
extensão dos sons que rimam pobres (identidade da vogal tônica em diante) / ricas (identidade desde antes da vogal tônica)

RITMO

    O ritmo poético, que na essência não difere das outras modalidades de ritmo, se caracteriza pela repetição. O ritmo consiste na divisão perceptível do tempo e do espaço em intervalos iguais. Quando a poesia se constitui de unidades rítmicas iguais, diz-se que a versificação é regular; quando isto não ocorre, a versificação é irregular ou livre*.

    Em português o ritmo poético é assegurado pela utilização dos seguintes expedientes que se podem combinar de maneira variadíssima:

    • número fixo de sílabas;
    • distribuição das sílabas fortes (ou tônicas) e fracas (ou átonas);
    • cesura;
    • rima;
    • aliteração;
    • encadeamento;
    • paralelismo.

MÉTRICA

    O número fixo de sílabas coordenado com a distribuição das sílabas fortes e fracas constitui um metro poético e o seu estudo recebe o nome de métrica.*

VERSO

    Verso é uma unidade rítmica em cujos limites se acham as unidade de sentido de que se compõe o poema (ou simplesmente linha poética)*

    São geralmente classificados quanto ao número de sílabas que são constituidos:

    1. Monossílabas
    2. Dissílabos
    3. Trissílabos
    4. Tetrassílabos
    5. Pentassílabos - (redondilha menor)
    6. Hexassílabos
    7. Heptassílabos - (redondilha maior)
    8. Octassílabos
    9. Eneassílabos
    10. Decassílabos - (heróico / sáfico)
    11. Hendecassílabos
    12. Dodecassílabos - (alexandrino)

ESTROFE

    Estrofe é um conjunto de versos. Uma linha em branco vem antes, e outra, depois da estrofe, separando-a das demais partes do poema e marcando a sua unidade. Há estrofes de diferentes tamanhos. Conforme o número de versos que a compõem, a estrofe recebe um nome diferente:*


    NÚMERO DE VERSOS NOME DA ESTROFE
    dois versos dístico
    três versos terceto
    quatro versos quadra ou quarteto
    cinco versos quinteto ou quintilha
    seis versos sexteto ou sextilha
    sete versos sétima ou septilha
    oito versos oitava
    nove versos novena ou nona
    dez versos décima

Nenhum comentário:

Reflexão

pesquise no blog

Pesquisa personalizada